Pular para o conteúdo principal

O melhor amigo do homem!!

Desde o início dos tempos, o cachorro é considerado o melhor amigo do homem. E embora a sua função tenha mudado ao longo da nossa evolução, o seu posicionamento como o nosso melhor amigo sempre se manteve.

Pensando nisso, percebo que tem muito a ver com o cachorro sendo exatamente o que precisávamos durante os diversos momentos da nossa evolução. Quando precisávamos de ajuda para caçar, eram eles que nos acompanhavam. Quando o problema era proteção, eles também estavam lá. Ao redor do mundo, eles evoluíram para ajudar o homem a cumprir os seus objetivos, sempre prezando o bem estar do seu melhor amigo.

Hoje, eles são nossa companhia e nos oferecem o que muito de nós agora precisamos: sermos escutados sem sermos julgados. Quando crianças, eles são os nosso irmãos; como adolescentes, os únicos que nos entende; como adultos, os nossos filhos; e assim, por diante.

O cachorro é um amigo que podemos confiar e abrir o nosso coração. Ele está sempre ali, escutando e nos apoiando nos diversos momentos – positivos e negativos – de nossas vidas.

Os cachorros simplesmente te escutam

O cachorro é presente e, quando está conosco, simplesmente nos escuta. Ele não está preocupado no que vai falar para complementar a nossa fala, no tempo ou em qualquer outra coisa. Está preocupado em ficar juntos.

E embora encontramos apoio em amigos e familiares, a presença de um cachorro é algo que nos traz conforto, pois é completamente sem julgamento.

Eles estão preocupados com o nosso bem estar. Aliás, estudos revelam que cachorros aproximam de pessoas que estão chorando, como se para fazê-las se sentirem melhor. Similarmente, durante um divórcio, tanto os pais quantos os filhos citam seus cães como uma das suas maiores fontes de apoio.

Tão forte é o relacionamento que temos com o nosso cão que 40% das mulheres com animais de estimação acreditam que recebem mais apoio emocional de seus animais do que de seus parceiros.

Em um momento aonde diversas pessoas se sentem sozinhas e desnecessárias, o cachorro confirma diariamente que ele precisa de nós e que fazemos uma grande diferença em sua vida. Seja nos mostrando carinho e amor quando chegamos em casa ou simplesmente nos pedindo para comer ou passear, o cachorro afirma todos os dia que sem o seu dono a vida dele seria incompleta.

Por toda a devoção que eles não dão, os animais conquistaram um lugar especial em nossas vidas também. Eles estão conosco em momentos bons e ruins. Aliás, quando questionados sobre por que eles não saíram durante o furacão Katrina, diversas vítimas responderam que não conseguiam deixar os seus queridos animais para trás.

De acordo com uma pesquisa, os cachorros são considerados família pela maioria das pessoas. E, se isso não fosse suficiente, estudos confirmam que a presença de um cachorro em casa ajuda a unir a família inteira.

Por que ser mais “cachorro”?

Com isso, termino esse texto compartilhando com vocês as lições que eu aprendi com o meu cachorro: ser mais presente, curtir os momentos simples e amar como todo o seu coração.

Vejo que os nossos animais de estimação são grandes professores e, de certa forma, nos ensinam a aproveitar mais todos os momentos.

Texto: Mariana Bartolomei
Fonte:http://www.linkanimal.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cuidar de gatos recem nascidos sem a mãe presente!

Não é fácil, vai implicar muita dedicação e disponibilidade, mas quem já o fez, sabe o quanto é gratificante e enriquecedor quando se consegue que alguns destes pequeninos animais se desenvolvem e transformem em lindos e saudáveis bichanos, prova viva de que é possível contrariar a crueldade e perversidade de alguns humanos (é verdade que por vezes acontece algum acidente com a gata mãe, mas infelizmente a experiência mostra-nos que a maior parte dos casos tem origem no abandono de ninhadas indesejáveis).



Se encontrou gatinhos órfãos com poucos dias de vida, a primeira coisa que deve fazer é tentar mantê-los quentes enquanto tenta contactar com um veterinário. Enrole os gatinhos em cobertores e coloque-os dentro de uma caixa ou cesto, onde possam estar bem acondicionados. Tenho cuidado para que eles não sufoquem: é necessário que a caixa não fique fechada e que o ar circule.Se o tempo estiver frio, pode ter que colocar uma botija de água quente por baixo dos cobertores, mas de forma a …

Cálculos urinários em cães e gatos

Faz alguns meses que o Biu tem sofrido com cálculo renal e como sempre procuro bastante artigos sobre o assunto. Mas claro, é importante deixar claro que a minha curiosidade é grande, mas que não deixo de levá-los ao veterinário sempre que observo algum problema! Por isso é muito importante acompanhar seu animal de estimação e  prestar atenção no comportamento dele, porque quanto mais cedo a gente detecta algo de errado, melhor!! O Dr. google as vezes ajuda com coisas simples e com direcionamentos, mas é bom lembrar sempre que estamos tratando com uma vida e que ela depende do nosso cuidado e observação constante. Afinal de contas, não tem coisa pior do que ver seu melhor amigo sofrendo! Por isso é sempre importante manter um veterinário de confiança para qualquer eventualidade.

Abaixo tem um texto que explica a doença, seus sintomas e tratamentos.

Os cálculos urinários ou urólitos (pedras) ocorrem com freqüência em cães e gatos e se formam, normalmente, na bexiga e uretra. Os cálculos…

Gatos: como conseguem voltar para casa depois de sumir?

É triste demais quando um animal que vc criou com tanto carinho, desaparece! Até hj fica a dúvida! Será que alguém pegou? Será que ele morreu? Só sei que fica um vazio enorme dentro de casa e dentro da gente! É um membro querido da família que um dia não volta mais pra casa! O Biu, sumiu no dia 22 de abril, Sexta feira Santa! A busca sempre continua! Não tem uma vez que saio que não chamo por ele! Daí achei esse artigo do DR. Pet que me trouxe um pouquinho de esperança! Será que ele vai voltar algum  dia?
Revista Cães & Cia, n. 360, maio de 2009

A misteriosa volta  dos gatos para casa depois de um longo período de ausência tem algumas explicações. Saiba quais são 

Alguns comportamentos dos gatos intrigam muita gente. Um deles é a capacidade de voltar para casa depois de desaparecer por algum tempo, mesmo quando o felino nunca tinha percorrido antes os caminhos que podem conduzi-lo até a habitação. Esses retornos ocorrem, por exemplo, com gatos que saem para dar uma volta e desaparecem…